NOTCIA

21/05/2015 |

'Beleza no tem nmeros', diz vencedora do Miss RS Plus Size

Compartilhe esta notcia

SCHEILA DORNELES, DE XANGRI-LÁ, VENCEU A ETAPA ESTADUAL DO CONCURSO. ELA CELEBRA A CHANCE DE AJUDAR A ELEVAR A AUTOESTIMA DE OUTRAS MULHERES.

Voltar às passarelas, aumentar a autoestima e perceber que pode ajudar outras mulheres a sentirem-se bem são os principais prêmios que a modelo Scheila Dorneles, de 31 anos, ganhou ao descobrir o mundo da moda voltada a tamanhos grandes. Maiores, até, que o título de miss Rio Grande do Sul plus size, que conquistou em março no concurso realizado em Bagé, na Região da Campanha.

Sheila conta que, ao ingressar no segmento voltado às "gordinhas", voltou a desfilar como fazia na infância e adolescência, e celebra o contato que tem com moças que, como ela, não se enquadram em padrões que considera "ditados pela sociedade".

"Só prestigiando os eventos, as mulheres verão que as participantes estão felizes, e que elas também não podem e não precisam sentir-se inferiores. A beleza não tem números, vem de dentro", opinou.

Representante de Xangri-Lá, no Litoral Norte, onde mora há cinco anos, a bela é natural de Bom Retiro do Sul, no Vale do Taquari. Lá, começou a tomar gosto pelas passarelas. "Desde pequena, participo de concursos no Centro de Tradições Gaúchas (CTG), e na escola eu participava de miss broto e brotinho. Fui princesa da Expobom, feira da minha cidade que elege as soberanas. Mesmo já sendo gordinha. Nunca fui magrinha", conta.

O hiato nas passarelas teve início depois de Scheila casar. A união já dura 14 anos, e o casal trabalha junto no salão de beleza de Scheila. No entanto, após a gravidez do filho de 11 anos, o único do casal, ela decidiu não desfilar mais. "Engordei bastante na minha gestação. Em função do peso, não pensei que eu pudesse ter chances, porque a sociedade dita uma beleza e, quando a gente não se encaixa, nos excluem", opina.

Com 1,70m de altura, a modelo conta que tinha115 kgquando decidiu que tinha de mudar. Agora, com95 kgdistribuídos em115 centímetrosde busto, 92 de cintura e 125 de quadril, está satisfeita com o próprio corpo.

"A busca tem de ser pela nossa realização e felicidade. Conheço muitas meninas que não são felizes estando acima do peso, então elas têm de buscar algo para mudar. Quis emagrecer um pouco, porque sentia dificuldades para respirar e caminhar. Hoje eu faço exercícios e academia, sou bem ativa. Posso dizer que sou feliz", conta.

Mesmo longe das passarelas, a musa jamais abandonou a vaidade. Preocupada em vestir-se bem, começou a seguir nas redes sociais a modelo Fluvia Lacerda, conhecida mundialmente e considerada a "Gisele Bündchen plus size". A partir dali, percebeu que também poderia participar de concursos de beleza. Não demorou muito para desfilar no Fashion Weekend Plus Size, um dos principais eventos do segmento no país. "Tudo começou em julho do ano passado, foi muito rápido", disse.

A cabeleireira e empresária reconhece que a visibilidade do mundo da moda despertou um pouco de ciúme no marido, mas garante que ele dá força para que ela siga desfilando. "Se não tivesse o apoio dele, não faria sentido", disse.

O título em Bagé premiou o esforço da cabeleireira que, sem condições de contratar um missólogo como fazem algumas das concorrentes, decidiu ser a própria consultora de moda. "Minhas preparações foram todas pesquisando, baseadas em meninas que são as misses. Falei com algumas delas, me passaram muitas dicas", conta.

O próximo passo é participar do Miss Brasil Plus Size no dia 25 de julho em Barueri, no interior de São Paulo. "É claro que as preparações são maiores, porque o nível aumenta. Vários parceiros estão comigo na busca", conta.

Para ela, no entanto, o mais importante é superar o preconceito da sociedade. "Infelizmente existe, e não tem como fugir disso. Vemos direto em redes sociais, na rua e até mesmo dentro da família, de pai e mãe. Algumas meninas sofrem até em função dos namorados, mas aí eu acho que elas não deviam estar com eles", diz.

Em relação a ela, garante que não costuma sofrer bullying porque se impõe. "Só fazem conosco o que permitimos que façam. Eu passo para as pessoas que sou bem resolvida. Um dia uma cliente do salão me disse que estava vendendo um shake para dietas, e respondi que ela não precisava se preocupar, pois no dia em que eu quiser emagrecer, eu procuro algum meio", reagiu, sem perder a elegância de uma miss.

OURINHOSNOTICIAS É COMPLETO, POR ISSO É LÍDER EM AUDIÊNCIA!

Fonte: G1

Comente esta notcia
Deixe seu comentrio abaixo:

termos de uso

COMENTRIOS

  • 27/10/2015ELAINE

    COMO ELA MESMO DISSE BELEZA NAO TEM NUMEROS ...MUITO LINDA MESMO PARABENS!!

PUBLICIDADE