NOTCIA

02/11/2019 |

O superintendente da SAE enumera investimentos para acabar com a falta dgua

Compartilhe esta notcia

O problema da falta de água que se arrasta há 12 anos em Ourinhos e que vem se agravando cada vez mais vem afligindo a população. Para trazer esclarecimentos aos ourinhenses o OURINHOS NOTÍCIAS entrevistou o Superintendente da SAE, Marcelo Simoni.


OURINHOS NOTÍCIAS - Quais as razões para a crise de abastecimento de água em Ourinhos?

MARCELO (SUPERINTENDENTE DA SAE) - O município de Ourinhos possui uma Estação de Tratamento de Água construída em 1962, projetada para atender uma população de até 50 mil habitantes. Ourinhos cresceu, está com 113 mil habitantes atualmente, mas a ETA opera sobrecarregada, muito acima de sua capacidade.
A oscilação no fornecimento de água em Ourinhos se arrasta há mais de uma década e poucos investimentos foram feitos. Em 2010, a SAE apresentou o Plano Diretor do Sistema de Abastecimento de Água, apontando quatro alternativas para solucionar o problema da falta d’água. Todas elas determinavam a ampliação da ETA e outras três incluíam, a perfuração de poços. Não houve ampliação da ETA.

Temos ainda o agravante de que a rede de distribuição está desatualizada. Não há informações claras sobre o volume correto de água produzida e distribuída no município. Servidores antigos relatam que o volume de água perdido é de aproximadamente 60% ou seja, apenas 40% da água tratada estaria chegando às residências. Isso será confirmado com a recente instalação de oito macromedidores em adutoras que vão fornecer medições precisas sobre o que se produz e o que chega até a população.


OURINHOS NOTÍCIAS - O que efetivamente está sendo feito para resolver a crise hídrica?

MARCELO (SUPERINTENDENTE DA SAE) - A SAE está adotando inúmeras medidas para regularizar o abastecimento de água no município, mas isso não acontece do dia para noite. Nos últimos dois anos a SAE economizou aproximadamente R$ 20 milhões, recursos que serão direcionados para resolver o problema da falta de água, como a ampliação da Estação de Tratamento.
Além disso, a SAE está elaborando um projeto para a construção de uma adutora exclusiva que levará água em maior quantidade até os reservatórios do centro da cidade, de onde é distribuída para outras regiões.

OURINHOS NOTÍCIAS - A Perfuração de poços também pode ajudar a minimizar a falta d’água?

MARCELO (SUPERINTENDENTE DA SAE) - A perfuração de poços é uma medida emergencial até que a ampliação da Estação de Tratamento seja concluída definitivamente. Pensando nisso a SAE iniciou em setembro a perfuração de um poço profundo no Jardim Itamaraty, com previsão de funcionamento nos próximos meses. Também estão em andamento estudos técnicos para a perfuração de um mais um poço nos altos da avenida Rodrigues Alves, no Bombeiros, com licitação prevista para o inicio 2020.


OURINHOS NOTÍCIAS - O que a população pode esperar?

MARCELO (SUPERINTENDENTE DA SAE) - Entendemos a aflição da população, estamos trabalhando para solucionar a questão, mas precisamos de colaboração. Economia e uso responsável da água, sem desperdício, pode ajudar muito a minimizar essa crise, principalmente nos dias de calor. A Prefeitura e a atual administração da SAE estão fazendo suas partes, determinadas em resolver com transparência e responsabilidade esse velho problema.

Fonte: www.ourinhosnoticias.com.br

Comente esta notcia
Deixe seu comentrio abaixo:

termos de uso

COMENTRIOS

PUBLICIDADE