NOTCIA

08/11/2018 |

Mais de uma tonelada de carne foi apreendida em aougue e abatedouro clandestino em Ourinhos

Compartilhe esta notcia

Um abatedouro clandestino foi interditado nesta quinta-feira (8), num sítio em Ourinhos. No local, foram encontrados animais que supostamente seriam abatidos e mais de uma tonelada em carne: bovina e suína que seriam para comercialização. O casal, dono do local foi preso em flagrante por crime contra o meio ambiente e contra a saúde pública.

O abatedouro clandestino foi fechado pela Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo e contou com o apoio da Vigilância Sanitária e da Polícia Civil de Ourinhos.

O delegado Dr. Pedro Otávio Telles e o médico Veterinário Luiz Munhoz, explicaram que desde o mês de outubro vinham sendo feitas investigações a fim de apurar denúncias que um açougue no Jardim Itamaraty vendia carne abatida e acondicionada de forma irregular.

Em posse de mandados expedidos pela Justiça foi feita busca no açougue, onde foi encontrada grande quantidade de carne sem o armazenamento correto e faltando o carimbo de inspeção da Vigilância Sanitária.

Já no sítio onde funcionava o abatedouro clandestino, mais de mil quilos de carne suína em péssimo estado foram encontrados. Ficou constatado também que o lugar onde os animais são abatidos não é adequado, o material utilizado para abate estava muito enferrujado e que todo o ambiente era extremamente inadequado para esse tipo de serviço.

“Os envolvidos vão responder por crime contra o consumidor, por venda de mercadoria imprópria para o consumo e crime ambiental, todos sem direito a fiança”, destacou o delegado.

Dr. Pedro explicou que a carne apreendida no local ficou sob responsabilidade da Vigilância Sanitária, que deve fazer o descarte correto já que não pode ser doada por não haver nenhuma informação sobre a qualidade e se poderia mesmo ser consumida.

OURINHOSNOTICIAS É COMPLETO, POR ISSO É LÍDER EM AUDIÊNCIA!!!

Fonte: www.ourinhosnoticias.com.br

Comente esta notcia
Deixe seu comentrio abaixo:

termos de uso

COMENTRIOS

PUBLICIDADE