NOTCIA

30/01/2018 |

"Sem reforma da Previdncia, no haver como pagar aposentadoria", diz Temer

Compartilhe esta notcia

Em entrevista ao apresentador Silvio Santos, veiculada pelo SBT nesta noite de domingo (28), o presidente Michel Temer (PMDB) defendeu a necessidade de o Congresso Nacional aprovar a proposta do governo de reforma da Previdência.

"Se não houver uma reformulação da Previdência, o que vai acontecer daqui a dois, três anos, é aquilo o que aconteceu em Portugal e na Grécia: ou seja, a dívida previdenciária é tão grande, tão expressiva, que lá foi preciso cortar 30%, 40% dos vencimentos dos funcionários públicos".

Temer disse ainda que os Estados não terão como pagar a aposentadoria. "Hoje a dívida previdenciária é de R$ 189 bilhões, no ano seguinte será de R$ 220 bilhões".

"Quando você tem um equilíbrio das contas públicas, você tem queda da inflação, queda dos juros, você tem alimento mais barato. E quando não há essa possibilidade, as contas públicas crescem de uma tal maneira que você começa a ter prejuízos".
O presidente afirmou ainda que a reforma "não prejudicará os mais pobres".
"Esta (reforma da) Previdência não prejudica os pobres, os trabalhadores rurais estão excluídos (do projeto) e os deficientes físicos também", disse Temer, em conversa que foi gravada no último dia (18). "Quem vai sofrer uma pequena consequência é quem ganha 13, 14, 15, 20 mil reais", afirmou, destacando o estabelecimento de uma previdência complementar para quem deseja se aposentar com valores acima do teto do INSS (hoje em R$ 5.531,31).

Fonte: www.ourinhosnoticias.com.br

Comente esta notcia
Deixe seu comentrio abaixo:

termos de uso

COMENTRIOS

PUBLICIDADE