NOTCIA

07/10/2017 |

Vereador condenado por pedir propina para construo de condomnio

Compartilhe esta notcia

O vereador Paulo Bebber, de Cascavel, no oeste do Paraná, e outras duas pessoas foram condenadas pela Justiça no processo que investigava o pagamento de propina para a liberação de um loteamento na cidade. A pena é de dois anos e 11 meses de prisão por concussão. Na decisão, o juiz da 3ª Vara Criminal de Cascavel, Leonardo Ribas Tavares, destacou que não há dúvida de que Bebber exigiu vantagem indevida. Cabe recurso à decisão.

Segundo as investigações, em março de 2014 a gravação de uma conversa entre Bebber e um corretor imobiliário revelou a cobrança de R$ 500 mil para que a Câmara Municipal aprovasse o aumento da área de perímetro urbano da cidade.

A mudança permitiria a construção do Condomínio Riviera por meio do programa "Minha Casa, Minha Vida", avaliado em cerca de R$ 140 milhões.

Quando a denúncia foi feita pelo Ministério Público, o então vereador se declarou inocente e disse que a conversa se tratava de uma negociação de venda de imóveis particulares. Ele se afastou do cargo alegando que não queria interferir nas investigações. E, o projeto foi aprovado sem o voto dele.

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi instaurada pela Câmara Municipal. A cassação do vereador foi proposta, porém foi rejeitada. Paulo Bebber chegou a ficar preso em uma sala especial no Corpo de Bombeiros de setembro a dezembro de 2014.

Há quem diga que algo semelhante por de estar acontecendo embaixo dos nossos narizes será verdade?

OURINHOSNOTICIAS É COMPLETO, POR ISSO É LÍDER EM AUDIÊNCIA!

Fonte: G1

Comente esta notcia
Deixe seu comentrio abaixo:

termos de uso

COMENTRIOS

PUBLICIDADE