NOTCIA

03/10/2017 |

Ministrio das Cidades autoriza recurso para retomada das obras no Recanto dos Pssaros III

Compartilhe esta notcia

A CONQUISTA DESSA AUTORIZAÇÃO FOI GRAÇAS AO TRABALHO INCESSANTE EM BRASÍLIA DO DEPUTADO WALTER IHOSHI EM CONJUNTO COM O PREFEITO LUCAS POCAY

Depois de muito empenho do Deputado Federal Walter Ihoshi e do Prefeito Lucas Pocay, o Ministério das Cidades manifestou favorável para o aporte adicional de recursos com a finalidade de retomar as obras das 448 casas do Recanto dos Pássaros III em Ourinhos.

O aporte financeiro de mais de R$ 10 milhões já foi destinado ao Banco do Brasil que, junto com a Construplan, será responsável pelas obras.

Através do pedido do Prefeito Lucas Pocay, o Deputado Federal ourinhense Walter Ihoshi esteve mais uma vez no Ministério das Cidades, com a Secretária Nacional de Habitação Maria Henriqueta Alves, cobrando agilidade no processo e liberação do recurso. Com o dinheiro em conta, resta apenas a Construtora CP Construplan definir o cronograma para finalizar as moradias.

O Prefeito Lucas Pocay diz que as novas casas vão contribuir para o desenvolvimento da cidade, além de concretizar o sonho da casa própria de centenas de famílias.

“Desde o final do ano passado, antes mesmo de assumir a Prefeitura, tenho cobrado agilidade em relação a esse problema e apesar da demora por parte dos órgãos federais responsáveis, agora está autorizado pra finalizar as obras. Esta é uma região que carece de melhorias. Iremos acompanhar as obras e esperamos que sejam casas bem feitas, bonitas, como a população merece. Esse é um passo muito importante que estamos dando, que mostra a seriedade que estamos trabalhando pela população”, afirma o Prefeito Lucas Pocay.

Os mutuários sorteados para as casas do Recanto dos Pássaros aguardam a entrega das chaves desde maio de 2015, mas por falha política da administração passada, a construção, que estava praticamente pronta, foi abandonada. Desde então algumas residências são alvo de depredações e da ação do tempo.

As obras foram interrompidas pela Construtora RG3 sem motivo aparente. Na época, a Prefeitura se esquivou do problema afirmando que se tratava de um programa do Governo Federal, já que as residências foram construídas através do Minha Casa, Minha Vida.

OURINHOSNOTICIAS É COMPLETO, POR ISSO É LÍDER EM AUDIÊNCIA!

 

Fonte: www.ourinhosnoticias.com.br

Comente esta notcia
Deixe seu comentrio abaixo:

termos de uso

COMENTRIOS

  • 04/10/2017Juscelino

    Este que o prefeito . Lucas pocai parabns?

PUBLICIDADE