ARTIGO

25/09/2017

Capito Augusto o Deputado tiro no p

Compartilhe este artigo

Capitão Augusto Rosa (PR) foi eleito deputado federal em 2014 baseado no discurso que com um deputado federal da cidade, Ourinhos ganharia muito, em especial em recursos.

Indo para o seu último ano de mandato o que se viu foi uma história bem diferente. Muito pouco ele fez por Ourinhos, os milhões e milhões em emendas que prometeu não chegaram, apenas o que qualquer deputado com interesse na cidade já traz para o município.

Outro discurso que continuou apenas no discurso foi o que retiraria o pedágio da divisa com o Paraná. Mais uma vez fracassou, o pedágio continua lá na divisa, firme e forte levando o dinheiro das pessoas que precisão passar pela rodovia.

A gestão de Augusto como deputado se baseia na divisão, na compra da briga para tentar mostrar que quem manda é ele, mas todo mundo já viu que ele só tem o título de deputado, mas sem autoridade e prestigio político nenhum.

As eleições se avizinham e não se sabe se por arrogância, inexperiência ou por ter uma assessoria fraca mesmo, Capitão Augusto continua na mesma toada, atacando e brigando com tudo que se move.

O último ano de mandato do deputado (2018) deve ser ainda pior, tudo indica que não conseguirá mais nada para Ourinhos, ele já anunciou o apoio a Bolsonaro destruindo qualquer ponte com Ministro e o Presidente Michel Temer. Tem atacado sistematicamente o Governador Geraldo Alckimin. Talvez Augusto, mesmo apesar de três anos no cargo, não tenha entendido ainda que quem “segura a caneta” é o presidente e o governador e só eles liberam recursos de fato para cidade.

Em Ourinhos ele faz a mesma coisa, dispara ataques sistemáticos ao atual prefeito Lucas Pocay, sem fazer qualquer questão de ter um relacionamento institucional pelo bem de Ourinhos.

Pelo visto o futuro de Capitão Augusto é ser varrido da politica devido a seus próprios erros.

OURINHOSNOTICIAS É COMPLETO, POR ISSO É LÍDER EM AUDIÊNCIA!

Autor: www.ourinhosnoticias.com.br

Comente esta notcia
Deixe seu comentrio abaixo:

termos de uso

COMENTRIOS

PUBLICIDADE