ARTIGO

15/07/2013

Pedgio da Mello Peixoto e BR-153

Compartilhe este artigo

Foi com inafastvel interesse, que assistimos ao movimento de revolta contra o malsinado pedgio. Espervamos, que de forma pr-organizada, tal ao pudesse tentar alcanar o seu objetivo, qual seja, o de despertar a ateno das autoridades competentes para a soluo do impasse. Isso no aconteceu. Ao contrrio, a movimentao ocorrida apenas constrangeu a todos aqueles que dela participaram. Afinal, para que o assunto chegasse ao conhecimento pblico, seria necessria uma atitude corajosa, de no se deixar cobrar a taxa, abrindo-se as cancelas para a passagem dos veculos e por pelo menos trs dias. Ademais, faixas deveriam e devem ser mostradas, com endereo ao supremo tribunal federal que, por longos anos, ainda no se preocupou em decidir sobre a verdade-verdadeira da instalao do pedgio, em local ilegal. A demora injustificada do maior tribunal do pas, comea a provocar um desconforto ao usurio e, consequentemente, uma revolta pelo estado da coisa. O interessante, que a igreja e o poder judicirio eram as nicas rdeas impostas ao cidado, para intimid-lo a no fazer o que errado e ilegal. Entretanto, tanto uma, como outro, atualmente, possuem, em seus componentes, uma grande maioria de exemplos de prevaricao, corrupo, bandidagem e insensibilidade. Estive presente, mas assistindo, como dito, eis que, se houvesse um movimento delineado, traado, organizado, com metas e com fins de se despertar o sono censurvel do Supremo Tribunal Federal, seria um dos carregadores das faixas. Mas, para isso, obrigatria uma reunio, com convites populares para tal planejamento Dr. Fauez Salmen advogado, doutor em direito penal, palestrista, conselheiro nato da OAB junto ao Estado de So Paulo, ex-presidente da OAB, com curso de direito Constitucional na Universidade de Lisboa, PORTUGAL.

Autor: Fauez Salmen

Comente esta notcia
Deixe seu comentrio abaixo:

termos de uso

COMENTRIOS

PUBLICIDADE